Informação ou Poluição

Embora os cartazes encontrados em Pompéia sejam uma prova irrefutável de que na Roma Antiga eles já existiam, na verdade, não passavam de mensagens manuscritas sobre a parede.

Só a partir do ano 1440, com a invenção da imprensa, surgem as condições necessárias para começar a produzir cartazes de um modo mais parecido ao que conhecemos hoje em dia: no papel. O primeiro cartaz da era Gutenberg data de 1477 e é assinado por William Caxton – o primeiro impressor da Inglaterra -; se trata de um cartaz publicitário que enumera os benefícios das águas termais.

Em 2006, sempre de forma inovadora, a GSA trouxe um pouco desse conteúdo. Cartazes políticos que transmitiam mensagens de todos os tipos desde a segunda guerra mundial até o ano em que foi feito a exposição. Foram mais de 100 imagens (físicas ou digitais) onde foram selecionadas algumas para retratar esse mundo fascinante.

Hoje em desuso, os cartazes foram considerados uma poluição visual principalmente por não haver uma organização de afixação desse material nas paredes e, assim, eram colados um em cima dos outros dando um aspecto sujo e o que acarretava sujeira e diminuía o conteúdo da informação.

 

Fonte

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solicite aqui

Ligue para nós ou preencha o formulário abaixo e entraremos em contato. Nós nos esforçamos para responder a todas as perguntas dentro de 24 horas em dias úteis.
0
    Orçamento
    Orçamento vazio
    WeCreativez WhatsApp Support
    EQUIPE COMERCIAL
    Como podemos de ajudar?